Quem Somos

A Argila nasceu em 2007 do sonho dos dois sócios, Quim e Rodrigo Bragança, que apostaram que poderiam ser criativos e fugir do lugar comum nesse meio onde há tanto som pasteurizado. E por que esse nome Argila? Porque aqui "pegamos o som com mão", com carinho e moldamos até que ele se torne obra de arte e ganhe potência para emocionar as pessoas. Acreditamos no poder de uma trilha inteligente e criativa feita e estamos aqui para elevar o seu projeto à última potência através do nosso expertise e talento.

Rodrigo Bragança

sócio-diretor-criativo

Nascido em Belo Horizonte, Rodrigo viveu sua infância e adolescência em Brasília. Em 1996, mudou-se para São Paulo para estudar música. Foi um dos criadores do grupo de jazz brasileiro Mandu Sarará cujos cds tiveram as participações de Hermeto Pascoal e Danilo Caymmi. Sua a banda de rock O Grito ao lançar o cd “Urbe Incandescida” foi apontada pela revista Guitar Player como “um dos mais inovadores grupos de rock da atualidade” em 2006. Em 2008, lançou o cd “Lágrimas de Chorar Estrelas” em que explora texturas originais da guitarra elétrica e amplia suas possibilidades timbrísticas e expressivas por meio da experimentação de novas técnicas e do processamento do seu som. Em 2009, concebeu e dirigiu o projeto “Caminhos Poéticos da Canção” que se propôs a investigar as relações entre poesia, letra e música na canção popular brasileira. Em shows, mesas redondas e palestras realizadas no Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília e do Rio de Janeiro, atuou ao lado dos artistas Fernando Brant, Tavinho Moura, Chico César, Arnaldo Antunes, Alice Ruiz, José Miguel Wisnik e Luiz Tatit. Em 2012 e 2013 excursionou pela Europa com o Projeto Axial (electro-roots). Atualmente, integra o coletivo de improvisação Andar, Nadar e Voar com Benjamim Taubkin, Ricardo Herz, Ari Colares, João Taubkin e Pedro Ito. Também participa do projeto Música de Montagem liderado pelo compositor Sérgio Molina. Em 2016 lançou o livro de poemas sobre a solidão 'Solo para um Homem Só' pela Editora Patuá e o cd de paisagens sonoras criadas para a performance de improvisações de música e dança 

Quim Vasconcellos foi membro fundador da banda Maskavo Roots, atualmente Maskavo, onde permaneceu até o final de 2007.  Com Quim como um dos compositores, tecladista e backing vocal, o grupo foi sucesso de crítca e recebeu o selo de “Banda Sim MTV” juntamente com Planet Hemp, o Rappa e Pato Fu. Em fase posterior, com Quim tendo assumido também a bateria e sem o “Roots” no nome, a banda emplacou alguns hits de rádio como “Um Anjo do Céu” e “Quero Ver”, e também teve músicas em novelas da Globo. Foram 7 discos e um DVD gravados com a banda até sua saída. Quim hoje é sócio diretor da Argila Produções Musicais, produtora de áudio fundada em São Paulo em 2008. Na Argila, Quim participa da criação e produção de trilhas, jingles, direção de cantores e locutores, criação de efeitos de som, mixagem e finalização de trabalhos para clientes como Coca Cola, Itaú, MEC e Sebrae. Quim também é técnico de áudio formado pelo instituto IAV.

Ouça e veja a canção que fez o Maskavo ser bem conhecido nacionalmente (perceba q o vídeo tem bastante visualizações :)

https://www.youtube.com/watch?v=kCE2d33yMNA&list=RDkCE2d33yMNA&index=1

 

Aqui uma das canções que o Quim compôs no Maskavo (aqui o Rodrigo também aparece tocando violão!) :

https://www.youtube.com/watch?v=E_H5VzeRV7A

Quim Vasconcelos

sócio-diretor-criativo

Siga-nos

Argila Produções Musicais

 

Av. Prof. Alfonso Bovero, 1201, sala 8B

Perdizes, São Paulo, SP, Brasil

05021-010

55 11 2387 0100

argila@argilamusic.com.br

  • Instagram - Cinza Círculo
  • Facebook Clean Grey
  • YouTube Clean Grey